04/01/2012

Ministro nega motivação política para repasses a Pernambuco


Share/Bookmark
O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra (PSB), falou nesta quarta-feira sobre as acusações de que teria beneficiado Pernambuco -- estado governado pelo seu partido e onde fica sua base política -- com verbas para a prevenção de enchentes.

O jornal "O Estado de São Paulo" publicou na terça-feira (3) que cerca de 90% das verbas do programa de "prevenção e preparação para desastres" do ministério foram para Pernambuco em 2011.

O ministro falou em "discriminação" contra "o Estado do ministro" e afirmou que a decisão de efetuar o repasse foi técnica, tomada em conjunto pela Integração Nacional, o Ministério do Planejamento, a Casa Civil e a Presidência da República.

De acordo com ele, o desastre causado pela chuva em Pernambuco no ano de 2010 foi "um dos maiores acidentes naturais da história desse país".

Ele, que integrava o governo do Estado à época e participou do planejamento de obras de prevenção, afirmou que as verbas eram necessárias para "evitar que as cheias do rio Una se repitam e para que outras pessoas não venham a morrer".
O ministro negou que tenha interrompido suas férias por conta das denúncias e disse que ainda "não teve a oportunidade" de falar com a presidente Dilma Rousseff, mas que ela sabe dos repasses.

A presidente também antecipou o fim das suas férias e retorna a Brasília nesta quinta-feira (5).

Nenhum comentário: