13/11/2011

Onde está Fernanda?


Share/Bookmark

Depois de assinar contrato com revista para posar nua, a irmã de Marcela Temer, a vice-primeira-dama, some e desiste das fotos, misteriosamente

A lenda de rapunzel: Assim como a irmã, Marcela, Fernanda Tedeschi teve sua beleza encastelada
A lenda de rapunzel: Assim como a irmã, Marcela, Fernanda Tedeschi teve sua beleza encastelada (Celso Jr./AE & Luis Crispino)
Quando decidiu posar nua para a revista PLAYBOY, em abril, Fernanda Tedeschi Araújo estava radiante: tomou champanhe enquanto assinava o contrato e falou dos planos de comprar um apartamento. Até deu uma ideia para as fotos, a de posar de trança, o mesmo penteado que Marcela, sua irmã, usou no dia em que o marido dela, Michel Temer, tomou posse como vice-presidente da República. Ex-aeromoça e, hoje, estudante de direito, Fernanda passou a fazer dieta e a se exercitar durante duas horas todos os dias, pensando nas fotos. “Estou malhandooo horrores. Estou preparadíssima!!! Quero muitooo fazer o ensaio”, escreveu Fernanda em uma rede social. A pessoas mais próximas, dizia que o cunhado Temer não estava gostando nada da história. “Mas eu vou até o fim. Não é justo perder um contrato por causa desse parentesco”, confidenciou, em meados de abril. Cinco meses depois, em setembro, Fernanda posou para uma seção da PLAYBOY chamada Happy Hour, que costuma anunciar as futuras estrelas de capa — uma espécie de “aperitivo”. Na ocasião, VEJA, que, assim como PLAYBOY, é publicada pela Editora Abril, antecipou uma das fotos da seção, tal como estava previsto em um segundo contrato, também assinado por Fernanda. Em entrevista a VEJA, ela falou sobre os preparativos para o grande dia e o sonho de virar artista.
A partir de então, algo estranho começou a acontecer. Fernanda não respondia mais aos telefonemas nem aos  e-mails em que a equipe de PLAYBOY a avisava sobre a data das fotos de capa, no começo de novembro, destinadas ao número de fim de ano. Finalmente, em 28 de outubro, Fernanda se manifestou através de uma carta à revista, comunicando que havia desistido de posar. Algumas mulheres famosas vacilam depois de se comprometer a posar em estado natural, receosas da reação familiar ou em dúvida, sem fundamentos, sobre a própria beleza. Não parecia ser o caso de Fernanda. Em agosto, sugeriu a uma das pessoas envolvidas com suas futuras fotos: “Estava pensando em tirar as fotos em um iate. Chique, né?”.
O departamento jurídico da Editora Abril notificou Fernanda pelo descumprimento do contrato e pede agora a ela que pague uma multa de 60% do valor que receberia pelas fotos, além de compensação por perdas e danos. O clima é de pesar. Primeiro, sumiu de vista a deslumbrante Marcela Temer — depois do estrondo na posse, ela apareceu em público apenas uma vez, durante o lançamento de um programa de saúde do governo Dilma. Agora, outra beldade da família Tedeschi se retira. Não é possível imaginar que um único brasileiro lucre com essa desistência. Nem um.

Nenhum comentário: