03/11/2011

Governo do DF exonera cúpula da Polícia Civil


Share/Bookmark
O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), exonerou nesta quinta-feira 43 delegados-chefes e sete diretores de departamento da Polícia Civil.

Os atos foram publicados no "Diário Oficial" do Distrito Federal.


O diário oficial também registrou a mudança na direção-geral da polícia. Saiu a delegada Mailine Alvarenga, que será substituída pelo delegado Onofre José de Moraes.

Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do DF, Ciro José de Freitas, as mudanças são meramente administrativas.

Ele não vê relação com o vazamento de áudios e informações da Operação Shaolin, que investigou desvios de verbas no programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte.

Em alguns dos áudios, Agnelo foi flagrado conversando com o policial João Dias Ferreira, delator do esquema e um dos presos no operação da Polícia Civil, acusado de desvios de verbas públicas.

Um dos áudios, divulgados pela TV Globo, mostra João Dias Ferreira pedindo ajuda para Agnelo para resolver pendências na prestação de contas com o Ministério do Esporte. Os diálogos foram gravados com autorização judicial entre fevereiro e março de 2010.

"E aí, doutor, como está o sr? Beleza?", diz Ferreira a Agnelo, que responde: "O meu mestre, tudo bem?".

Ferreira, então, diz que precisa apresentar sua defesa até sexta-feira. "Sexta-feira eu tenho que apresentar o negócio lé, entendeu?"

Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do DF, Ciro José de Freitas, as mudanças são meramente administrativas. Ele não vê relação com o vazamento de áudios e informações .

O governo do Distrito Federal afirma que as mudanças são "ajustes naturais" do governo.

Nenhum comentário: