09/11/2011

Ficha Limpa – Um dia com uma coleção de absurdos


Share/Bookmark
Olhem, meus queridos, a quantidade de absurdos a que se assistiu hoje nos embates sobre o Ficha Limpa, no Supremo, clama aos céus. Querem saber? À diferença do que supõem alguns ingênuos, há mais ameaças ao nosso futuro do que propriamente bons auspícios. Voltarei ao tema mais tarde, com mais vagar. Como regra geral, lembro que o que nos permite botar o nariz fora da porta é a existência do estado de direito — vale dizer: o triunfo da Constituição. “Ah, mas e se ela ajudar um bandido?”, pergunta-se sempre. Ora, que se mude o texto constitucional. O que não dá é para desrespeitá-lo. Questão de princípio.
Por Reinaldo Azevedo



Nenhum comentário: