17/10/2011

Ex-médico de Chávez diz que presidente tem tumor 'muito agressivo' e até dois anos de vida


Share/Bookmark
O Globo
Com agências internacionais

CARACAS - Enquanto Hugo Chávez faz das suas participações quase que diárias em programas de televisão uma espécie de atestado de sua boa saúde, um antigo médico particular assegurou que o presidente venezuelano tem um tumor maligno "muito agressivo de origem muscular alojado pélvis" e que sua expectativa de vida "pode ser de até dois anos".

- A informação que tenho é que ele tem um sarcoma, um tumor de prognóstico muito ruim e estou quase certo de que essa é a realidade - declarou à revista mexicana "Milenio" o cirurgião Salvador Navarrete. - Sou cirurgião da família e me reuni com outros de seus médicos, compartilhamos a informação disponível e concordamos plenamente com esse diagnóstico.

O especialista, representante ministerial na direção do Hospital Universitário de Caracas até julho passado, afirma que fez parte da equipe de três médicos que cuidou por anos da saúde de Chávez no Palácio Miraflores antes do câncer ser diagnosticado.

Navarrete descartou que o presidente sofra de câncer de próstata, como se especulou no começo.

- É um tumor que está muito próximo da próstata e que provavelmente está invadindo sua bexiga - opinou.

Há duas semanas, o jornal argentino "Clarín" afirmou, segundo informes médicos, que Chávez sofria um câncer de psoas, um músculo da pélvis.

- Quando digo que o prognóstico não é bom significa que a expectativa de vida pode ser de até dois anos. Isto explica a decisão de adiantar as eleições - disse o cirurgião, em alusão às eleições presidenciais, originalmente programadas para dezembro de 2012 e adiantada há poucas semanas para 7 de outubro.

Chávez, no poder desde 1999, busca a reeleição para um terceiro mandato de seis anos, e seu estado de saúde já é o protagonista da campanha. O presidente voltou a Cuba no domingo para ser submetido a uma série de exames. O objetivo é avaliar a evolução de seu tratamento contra o câncer.

Nenhum comentário: