20/10/2011

A captura e morte de Muamar Kadafi


Share/Bookmark

000_Nic60160616x1.jpg
SIRTE – O Conselho Nacional de Transição (CNT), governo de facto da Líbia, confirmou na manhã desta quinta-feira, 20, a captura e, posteriormente, a morte do ditador Muamar Kadafi, cujo paradeiro era desconhecido desde que a capital, Trípoli, foi tomada, no final de agosto. Acompanhe a seguir as últimas informações a respeito da morte de Kadafi.
21h33 – Segundo o jornalista José Roberto de Toledo, do Estado, a fotógrafa Holly Pickett, não só viu o corpo de Kadafi como confirma a autenticidade dos vídeos dele vivo andando.
21h21 – Hugo Chávez, presidente da Venezuela, foi um dos poucos líderes mundiais que se colocaram ao lado de Chávez ante a revolução. O líder se disse decepcionado pela morte do colega – “um mártir e lutador” – dizendo que isso é um ultraje e que ele foi assassinado.
21h – O repórter do Estado Lourival Sant’anna fala sobre a morte de Kadafi e a importância deste acontecimento para o povo líbio. O jornalista esteve na Líbia durante a ofensiva dos rebeldes a Trípoli.
20h05 – A CNN revelou há pouco novos detalhes sobre a morte de Kadafi. Segundo a rede de TV, o ditador morreu por conta dos tiros que levou na cabeça, mas tinha ainda 5 marcas de tiros nas costas e dois no pescoço.
19h19 – Veja a seguir como a imprensa internacional repercutiu à morte de Muamar Kadafi nesta quinta. Confira também a primeira página de amanhã dos principais jornais internacionais:
International Herald Tribune: “O fim brutal de Kadafi”; Daily Telegraph: “Sem misericórdia para um tirano sem misericórdia”; Berliner Morgenpost: “Morte de um tirano”; The Sun: “Isso é por Lockerbie”;Daily Mirror: “‘Não atire! Não atire!’”; El Periódico: “Kadafi, liquidado”.
19h15 – Se você passou a nos acompanhar agora, as principais notícias relacionadas à Líbia nesta quinta são:
  • - O ditador Muamar Kadafi foi capturado e morto em Sirte, sua cidade natal e último reduto
  • - Kadafi foi encontrado em um buraco, segundo os rebeldes (veja foto abaixo)
  • - O corpo de um dos filhos do ditador, Mutassim, também foi encontrado em Sirte
  • - Líbios seguem comemorando com euforia a morte de Kadafi, em Trípoli, Misrata e outras cidades
  • - O ministro da Informação e porta-voz de Kadafi, Moussa Ibrahim, também foi capturado
  • - Lideranças internacionais reagiram à morte de Kadafi, dizendo que a Líbia entra “em uma nova fase”
  • - Um vídeo divulgado no YouTube mostra Kadafi ainda vivo e cambaleando ao ser capturado
1ebc9735c0ae420dbc181db380ac3575_1ebc9735c0ae420dbc181db380ac3575_0.jpg
O local da captura de Kadafi, em Sirte; nas paredes, palavras como ‘rato’ pichadas por opositores
19h13 – À CNN, o embaixador líbio nos Estados Unidos, Ali Aujali, disse que Kadafi foi encontrado em um “buraco”, não resistiu e foi morto mais tarde em uma troca de tiros.
19h09 – O premiê interino da Líbia, Mahmoud Jibril, disse à Reuters que Kadafi morreu por conta dos ferimentos provocados por tiros contra a cabeça. Ele detalhou informações do relatório da perícia, feito após a chegada do corpo a Misrata. Segundo Jibril, Kadafi “não demonstrou resistência”.
19h – Seguem em Trípoli, capital líbia, as celebrações pela morte de Kadafi – que já ocorreram em outras cidades ao longo do dia. Na foto abaixo, líbios se reúnem na Praça dos Mártires – antiga Praça Verde, renomeada depois da queda da capital, no final de agosto.
2011_10_20T203844Z_01_SJS16_RTRMDNP_3_LIBYA.JPG
18h55 – Em um comunicado em Bruxelas, o secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen fez um apelo para que “todos os líbios” coloquem de lado suas diferenças e “trabalhem juntos para construir um futuro melhor”. Segundo Rasmussen, a Otan vai coordenar o fim da missão militar com a ONU e as autoridades de transição da Líbia.
18h43 – O enviado do jornal O Estado de S. Paulo e do estadão.com.br à Faixa de Gaza, Roberto Simon, comentou há pouco que “a festa em Gaza ainda é a dos presos soltos por Israel“. Segundo ele, a morte de Kadafi foi comemorada, mas “sem muito fuzuê”.
18h34 – Segundo o ministro de Informação do CNT, Mahmoud Shammam, Kadafi “foi morto em um ataque dos combatentes”. De acordo com Shammam, “há filmagem disso”. O CLT é o governo de facto da Líbia.
18h30 - A AFP divulgou novas imagens de Kadafi e de um dos filhos dele, Mutassim, mortos. Nas fotos, algumas pessoas aparecem fotografando o corpo do ditador com celulares. O corpo de Mutassim aparece com ferimentos. Veja abaixo.
18h19 - De acordo com o médico que teria acompanhado o transporte do corpo de Kadafi de Sirte, onde foi capturado, a Misrata, o ditador foi morto com dois tiros no peito. A CNN, contudo, afirma que Kadafi morreu com tiros na cabeça.
17h56 – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, finalmente se pronunciou sobre a morte de Kadafi. De acordo com o líder americano, o fato encerra capítulo longo e doloroso na Líbia. Na foto abaixo, Obama fala à imprensa em Washington.
892331.jpg
17h37 – A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse em entrevista à BBC que o governo dos Estados Unidos não pode confirmar a captura ou a morte de Kadafi. O motivo provavelmente se deve ao fato de que nenhum oficial ligado a Washington obteve acesso ao corpo do ditador para comprovar sua morte. As informações são provenientes apenas dos rebeldes líbios, mas eles já anunciaram diversas vezes a morte de alguns dos filhos do coronel que apareceram vivos dias depois.
17h22 – Em seu Twitter, o enviado especial do Estado à Líbia, Andrei Netto, escreve: “Ok, suspeito que o hotel em que estou fazia a comida da prisão em que estive em Trípoli. Não pode ser pior”. O repórter faz alusão ao período em que ficou preso no país africano, na primeira vez em que viajou para cobrir a revolução contra Kadafi, em março.
16h55 – Ouça abaixo, pela TV Estadão, a confirmação da morte de Muamar Kadafi feita pelo enviado especial do jornal O Estado de S. Paulo e do estadão.com.br à Líbia, Andrei Netto. Netto está em Trípoli.
16h48 – O que é pior? Morrer como Kadafi, estar em uma prisão no Egito, como Mubarak, ou viver na Arábia Saudita, como Ben Ali? OPINE pela página da Inter no Facebook.
16h43 – As comemorações de líbios pela morte de Kadafi ocorreram também fora do país, como no Brasil, onde algumas pessoas se reuniram diante da Embaixada em Brasília e destruíram fotos do ditador. Na imagem abaixo, opositores de Kadafi comemoram em Londres, diante da Embaixada líbia na capital britânica.892140.jpg
Também diante da Embaixada em Londres, o embaixador Mahmud Nacua (na foto abaixo) lê um comunicado confirmando a morte de Kadafi, seguindo informações divulgadas pelo vice-presidente do CNT, Abdelhafiz Ghoga, que deu a notícia da captura e morte do ditador em uma coletiva coletiva de imprensa que concedeu em Benghazi.
16h36 – Na imagem abaixo, um jovem líbio identificado pela Efe como Mohamed el-Bibi, de 20 anos, mostra a pistola banhada em ouro que seria a mesma utilizada por Kadafi. A arma teria sido encontrada com o ditador em Sirte, onde foi capturado e, posteriormente, morto pelos opositores.
892110.jpg
16h33 – Novas fotos divulgadas pela Efe mostram Kadafi com menos cabelo e com um tiro na têmpora.
16h28 – Se você passou a nos acompanhar agora, as principais notícias relacionadas à Líbia nesta quinta são:
  • - O ditador Muamar Kadafi foi capturado e morto em Sirte, sua cidade natal e último reduto
  • - Kadafi foi encontrado em um buraco em Sirte, segundo os rebeldes (veja fotos mais abaixo)
  • - O corpo de um dos filhos do ditador, Mutassim, também teria sido encontrado em Sirte
  • - Líbios comemoram com euforia as notícias da morte de Kadafi, em Trípoli, Misrata e outras cidades
  • - O ministro da Informação e porta-voz de Kadafi, Moussa Ibrahim, também foi capturado
  • - Lideranças internacionais reagiram à morte de Kadafi, dizendo que a Líbia entra “em uma nova fase”
  • - Um vídeo divulgado no YouTube mostra Kadafi ainda vivo e cambaleando ao ser capturado
16h22 – O Vaticano reconheceu o Conselho Nacional de Transição como “legítimo representante do povo líbio”, sehundo a Ansa, agência italiana. Em um comunicado oficial, a Santa Sé classificou o regime de Kadafi de “duro e opressivo”. Desde fevereiro, quando começaram os protestos pela renúncia do ditador, o papa Bento XVI vinha fazendo apelos pelo fim do conflito no país.
16h19 – Reveja abaixo imagens de Muamar Kadafi, que era considerado um líder excêntrico por seus hábitos e manias.
16h11 – Uma curiosidade. Com a morte de Kadafi, os presidentes da Angola, José Eduardo dos Santos, e da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema, passam a ser os líderes há mais tempo no poder. Os dois estão no cargo desde 1979, um ano antes do zimbabuano Robert Mugabe. Kadafi, por sua vez, estava no poder desde 1969.
O presidente angolano recebe nesta quinta-feira a presidente Dilma, que afirmou em Luanda, mais cedo, que “uma morte não deve ser comemorada“.
16h08 – O que é pior? Morrer como Kadafi, estar em uma prisão no Egito, como Mubarak, ou viver na Arábia Saudita, como Ben Ali? OPINE pela página da Inter no Facebook.
16h05 – Diversos líderes reagiram às notícias sobre a morte de Kadafi e disseram que o fato representa uma ‘nova era’ para a Líbia.
15h50 – Segundo a agência italiana Ansa, o núncio apostólico para a Líbia e Malta, arcebispo Tommaso Caputo, desejou hoje “um futuro de paz, harmonia e desenvolvimento social” para o país. “A morte violenta é sempre um evento dramático e, como tal, merece respeito”, disse ele. Capito é o representante diplomático do Vaticano nos dois países.
“Esperamos que este dia assinale a passagem para um futuro que nos fatos já está em curso. Um futuro de paz, harmonia e desenvolvimento social para um povo, o líbio, que vinha sofrido muito”, expressou o clérigo, de acordo com a Ansa.
15h22 – Um ministro líbio disse, segundo a AP, que Seif al-Islam, filho de Kadafi, estaria ferido em um hospital.
15h18 – Em Luanda, capital angolana, a presidente Dilma Rousseff reagiu às notícias da captura de Kadafi, dizendo que “uma morte não deve ser comemorada“. Para ela, o mundo deve apoiar e incentivar o processo de transição democrática na Líbia.
15h13 – O vídeo abaixo, divulgado no YouTube, mostra Kadafi ainda vivo e cambaleando no momento de sua prisão. Ele está ferido e viria a morrer por conta dos ferimentos mais tarde. Assista.
15h11 – Reveja, abaixo, o lugar onde Kadafi foi encontrado, em Sirte. Nas pichações, em árabe, aparecem a palavra “rato”.
2011_10_20T145019Z_01_LIB20_RTRMDNP_3_LIBYA.JPG
15h07 – As manifestações de euforia pela notícia da morte de Kadafi chegaram a Brasília. Líbios se reuniram diante da Embaixada na capital (imagem abaixo) e destruíram imagens do ditador.
EmbaixadaLIBIA_a007Ed_Ferreira_AE.jpg

14h29 – O que é pior? Morrer como Kadafi, estar em uma prisão no Egito, como Mubarak, ou viver na Arábia Saudita, como o Ben Ali? OPINE pela página da Inter no Facebook.
14h09 – O enviado especial do jornal O Estado de S. Paulo e do estadão.com.br à Líbia, Andrei Netto, descreve a festa nas ruas da capital, onde está neste momento: “Euforia e incredulidade são as melhores palavras para descrever a alegria dos líbios aqui em Trípoli”. Acompanhe Netto no Twitter.
14h08 – Se você passou a nos acompanhar agora, as principais notícias relacionadas à Líbia nesta quinta são:
  • - O ditador Muamar Kadafi foi capturado e morto em Sirte, sua cidade natal e último reduto
  • - Kadafi foi encontrado em um buraco em Sirte, segundo os rebeldes (veja fotos mais abaixo)
  • - O corpo de um dos filhos do ditador, Mutassim, também foi encontrado em Sirte
  • - Líbios comemoram com euforia as notícias da morte de Kadafi, em Trípoli, Misrata e outras cidades
  • - O ministro da Informação e porta-voz de Kadafi, Moussa Ibrahim, também foi capturado
Em um comunicado em Bruxelas, o secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen fez um apelo para que “todos os líbios” coloquem de lado suas diferenças e “trabalhem juntos para construir um futuro melhor”. Segundo Rasmussen, a Otan vai coordenar o fim da missão militar com a ONU e as autoridades de transição da Líbia.

Nenhum comentário: